Parte IV: Guimarães e Évora

Oi pessoal!

Esse é o último post sobre nossa viagem por Portugal no inverno europeu. Nele vamos falar de duas cidades muito fofas e históricas: Guimarães e Évora.

Lisboa -3 dias

Caiscais –  1 dia

Queluz – algumas horas

Sintra –  1 dia 

Óbidos –  1 dia

Fátima – 1 dia

Porto – 1 dia

Guimarães – 1 dia

Évora – 1 dia

Dia 10: Porto -> Guimarães- Castelo de Guimarães + Capela de São Miguel + Paço dos Duques de Bragança + Praça de São Thiago + Largo da Oliveira

Tomamos café na pousada em Porto e dirigimos por 40 minutos até Guimarães. Guimarães é uma cidadezinha histórica, super romântica e bucólica. Ela é considerada “Cidade Berço”, pois foi lá que nasceu Dom Afonso Henriques (primeiro rei de Portugal) e a batalha de Mamede aconteceu em 1128. Seu centro histórico é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade e é super fofinho! Vale muito a visita!

Passeamos de carro pela cidade e visitamos o Castelo de Guimarães, cujas muralhas ainda se encontram de pé.  Pertinho dali está a Capela de São Miguel, local onde Dom Afonso Henriques foi batizado. Lá estão a pia batismal e uma lápide que atestam o fato.

828
Castelo de Guimarães
837
Capela de São Miguel

De lá fomos conhecer o Paço dos Duques de Bragança, um castelo super bem preservado que iniciou suas construções por volta de 1420-1422. Lá a visitação acontece de graça aos domingos até as 14h.

Paço dos Duques de Bragança

Deixamos o carro no estacionamento do castelo e fomos a pé até o centro medieval que é uma graça, um charme só! Em especial o Largo da Oliveira, que tem mesmo uma só oliveira e é cercado por casinhas coloridas, bares e restaurantes. No Largo fica a Igreja da Nossa Senhora da Oliveira e um monumento em forma de arco que foi construído no reinado de D.João I no século XIV e depois foi remodelado no século XVII. Por ali nós almoçamos um delicioso prato de vitela com legumes e vinho da região no restaurante Buxa, uma delícia.

Depois do almoço ficamos um tempo na Praça de Santiago observando vários casais idosos sentadinhos no bancos, vendo a vida passar, curtindo o lugar… De lá passeamos a pé pela cidade, entramos em várias lojinhas… E por fim, tomamos um café na Praça da Mumadona pra encerrar o dia!

864
Praça de Santiago

Dia 11: Guimarães -> Évora- Largo do Giraldo+ Igreja de Santo Antão +Igreja da Misericórdia + Igreja Real de São Francisco + Catedral da Sé + Palácio de D. Manoel + Templo Romano

Saímos cedo de Guimarães e levamos 4h pra chegar até Évora.  Évora é uma cidade pequena, com muitas praças, igrejas, templos romanos, história. É também uma cidade universitária, cheia de jovens, música e vida! Entramos no centro histórico, dentro das muralhas, e o nosso hotel B&B Évora era super bem localizado. Fizemos check in e fomos direto pro Largo do Giraldo, no coração de Évora! Muitas pessoas por ali, sentadas descansando ou fazendo refeições nos restaurantes na praça e ao redor.

601

661Largo do Giraldo

De lá, caminhamos pelas ruazinhas estreitas e íngremes até o final da rua do Inverno. Lá almoçamos no restaurante “Taberna Típica da Quarta-feira”. Fomos recebidos pelo simpático sr. José Dias, uma figuraça: boina, suspensórios, bigode e muito falante! O almoço foi sensacional e muito diferente do que estávamos acostumados. Este restaurante é pequeno, simples e não tem cardápio, você come o que for preparado no dia, que é sempre uma surpresa! No nosso caso, foi uma excelente surpresa! Começou com pães e queijo de ovelha derretido (yummy), presunto de parma e cogumelos temperados. O prato principal foi purê de espinafre, arroz, batatas e carne de porco. Tudo de deixar água na boca!

599
Ruazinhas de Évora
608
Taberna Típica da Quarta-feira

Depois do almoço fomos na Igreja de Santo Antão no Largo do Giraldo, na  Igreja da Misericórdia (linda, cheia de azulejos azuis), na Igreja Real de São Francisco e na Catedral da Sé. Ou seja: igreja pra lá e pra cá! E cada uma mais linda do que a outra. Só não entramos na Catedral da Sé porque tínhamos que pagar 5 euros por pessoa e nos recusamos.

603
Igreja de Santo Antao

Visitamos o Palácio de D. Manoel e seu parque. Fomos ao Templo Romano ou  Templo de Diana (a deusa romana da caça) que é um dos marcos da cidade e o maior símbolo da ocupação romana em Portugal. Foi erguido no século I d.C. em homenagem ao imperador Augusto.

649
Palácio D. Manoel
628
Vista do Palácio D. Manoel para a praça
613
Praça principal
618
Templo romano ao fundo

No fim do dia, paramos pra um café no Largo Giraldo e ficamos relaxando, sentindo a cidade. Fomos em outra praça que estava cheia de jovens em grupos, sentados em banquinhos ou no gramado, alguns com violão curtindo um som… Muito legal! Caminhamos até escurecer e a cidade ficar ainda mais charmosa toda iluminada por lampiões.

648
Outra praça com muitos jovens
665
Largo do Giraldo

Dia 12: Aqueduto Água de Prata + vinícola Cartuxa -> Lisboa

Tomamos café no hotel e fizemos check out. Vimos o Aqueduto Água de Prata, um dos maiores aquedutos de Portugal.Literalmente uma obra prima de engenharia do século XVI. Pegamos a estrada até a vinícola Cartuxa, que produz o vinho EA. Passeamos um pouco por lá, compramos vinhos e depois partimos para Lisboa (1h30 de viagem). E de Lisboa pegamos o voo de volta pro Rio de Janeiro, Brasil!

672
Aqueduto Água de Prata

673

675
Vinhedo Cartuxa

Chegou ao fim nosso passeio maravilhoso por Portugal! Foi bom demais, uma viagem intensa, quase não descansamos e um dia pretendemos voltar com mais calma pra essa terrinha!

Espero que tenham curtido!

Beijocas,

Pri e Paulinha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s