Região Púglia – Parte II

Continuando nossa viagem pela região do “salto da bota” na Itália, vamos dar continuidade a Parte I. No post anterior ficamos familiarizados com a região, como se locomover, onde se hospedar e etc. Nesse post agora é só felicidade! Uma praia mais linda do que a outra, grutas e ilhas que tiram o nosso fôlego.

O Roteiro

Dia 1 – Dubrovnik ->Bari -> Lecce

Dia 2 – Lecce e Gallipoli

Dia 3 – Torre San Giovanni -> Lido Marini -> Torre Suda

Dia 4 – San Foca -> Grotta de la poesia -> Torre Dellorso -> Baia Turchi

Dia 5 – Porto Badisco -> Santa Cesario Terme -> Otranto

Dia 6 – Porto Cesario -> San Lapillo

Breve resumo da viagem até agora: Nos hospedamos em Lecce durante 6 noites e escolhemos fazer bate-volta todos os dias para praias e lugares inexplorados. Seguimos o mapa a seguir e tínhamos GPS no nosso carro para nos guiar. Apesar de parecer longe, as viagens de carro até as praias demoravam normalmente 30,45 minutos. As estradas eram boas e não pegamos trânsito em momento algum. Estacionamento era fácil de achar e custava em torno de 2,3 euros (agosto/2015).

IMG_8941

Dia 4 – Praia de San Foca -> Grotta de la poesia -> Torre Dellorso -> Baia Turchi

Começamos o nosso dia na Praia de San Foca, banhada pelo Mar Adriático. Acordamos bem cedinho e a praia estava quase deserta. A água transparente como sempre estava com uma temperatura maravilhosa e ficamos por lá por um tempo.

DCIM114GOPRO

DCIM114GOPRO

Após começar o dia muito bem, fomos para a grande atração do dia: Grotta de La Poesia. Eu tinha lido tanto sobre esse lugar e visto cada foto mais linda do que a outra, que criei grandes expectativas. Dirigimos um pouco ao sul e paramos em um estacionamento logo depois de ter avistado a placa para a gruta. Depois fomos só seguindo o fluxo de italianos até nos depararmos com uma costa e com uma cor de água de tirar o fôlego.

DCIM114GOPRO

Comemos um sanduíche (panini) que estava vendendo em um food truck e este foi nosso almoço para não perder um segundo desse sol e tempo bom. Chegando na gruta eu não fiquei decepcionada: era tudo aquilo mesmo que eu via em foto. Infelizmente estava lotada de italianos, mas esse é um dos destinos mais populares mesmo, não tinha como fugir.

DCIM114GOPRO

A natureza caprichou muito nesse cantinho. A cor da água, a temperatura, as rochas, os labirintos… Tudo é tão perfeito.

DCIM114GOPRO

Ta vendo aquela luz no fundo do túnel? Então… Nós nadamos até lá!

DCIM114GOPRO

A saída da gruta da pra esse mar azulzão. De cima podemos ver o quão a água é limpa e clara. Já quero voltar!!!

DCIM114GOPRO

Mas o dia ainda não acabou! Ta quase… Mas ainda temos tempo de explorar mais. Próxima parada: Torre Dell’Orso, uma das praias mais conhecidas da região. O grande diferencial dessa praia é a sua formação rochosa (ta vendo ali no cantinho direito da minha foto?) e nao é a toa que os italianos a chamam de Caribe Italiano.DCIM114GOPRO

Infelizmente pegamos uma chuvinha de verão enquanto estávamos no mar, mas que não nos impediu de aproveitar o nosso tempo.

DCIM115GOPRO

A praia estava lotada e não ficamos muito tempo. Partimos para nossa última praia Baia Turchi. Achei o máximo ter que fazer uma pequena trilha até chegar na praia, a vegetação é  bem preservada e não tem como se perder, porque todos os caminhos vão dar no mesmo lugar.DCIM115GOPRODCIM115GOPROChegamos a mais uma praia com água maravilhosa e com uma paisagem exuberante. Não tem como se cansar disso! O sol não demorou para sair de novo, o que deixou esse destino final ainda mais lindo.

DCIM115GOPRO

Dia 5 – Porto Badisco -> Santa Cesario Terme -> Otranto

Acordamos em Lecce mais um dia, tomamos café, pegamos nosso carro no estacionamento da estação de trem e partimos para mais um dia no paraíso. Que praias iríamos visitar? Será que o sol vai ficar o dia todo? Quem dera se todas as preocupações da vida fossem essas! Bom, começamos nosso dia visitando Porto Badisco, muito famosa pela região.

DCIM115GOPRO

Na hora em que chegamos a areia já estava quase toda tomada pelos italianos, o que nos fez achar nosso cantinho entre as pedras (e até pular delas) durante a parte da manhã.

DCIM115GOPRO

DCIM115GOPRO

Nosso segundo destino foi Santa Cesario Terme, um pouco ao Sul, banhado também pelo Mar Adriático. Ficamos surpreendidos por ver um mar tão forte e uma costa bem única. A cidade é bem pequena, mas tem glamour.

DCIM115GOPRO

DCIM115GOPRO

A minha esquerda é um hotel bem luxuoso e uma das atrações que ele tem é essa bóia azul gigante para as crianças brincarem. A cada onda que passa a bóia se mexe bastante e a brincadeira é não cair.

IMG_8956

Achei bem interessante como que os locais estacionam seus barquinhos.

DCIM115GOPRO

Nos atrevemos a cair rapidinho nesse mar, só pra não dizer que não caímos. Apesar de termos ficado só no raso, conseguimos sentir a força das ondas.

DCIM115GOPRO

O dia está ótimo, mas ainda não acabou. Como de costume, o último destino tem que ser o melhor possível. E lá fomos para a cidade de Otranto. A estrada é uma delícia de dirigir!

DCIM115GOPRO

Chegando em Otranto, em pouco tempo ela já virou minha segunda cidade preferida dessa região (Lecce ainda em primeiro lugar). A cidade é tudo de bom: tem um centrinho histórico com direito até a castelo, tem uma orla de tirar o fôlego, bons restaurantes e uma energia muito boa.

DCIM115GOPRO

Chegamos e fomos logo almoçar em um restaurante na rua de Orla chamada Lungomare Terra D’Otranto. Não me lembro ao certo qual restaurante escolhemos mas sei que ficamos em dúvida entre tantas opções que essa rua oferecia. Depois de muito pensar acabamos nos rendendo aos frutos do mar. Spaghetti com camarão, risoto de frutos do mar, entre outras especialidades da região são pratos imperdíveis e dificilmente vão causar desapontamento.

Após o almoço, fomos explorar todo o centrinho histórico, suas lojinhas, sua orla e até seu castelo.

IMG_8968

DCIM115GOPRO

DCIM115GOPRO

DCIM115GOPRO

A praia da cidade não é paradisíaca, mas não deixa de ser muito bonita e muito bem-vinda para fugir do calor.

Dia 6 – Porto Cesario -> Ilha Isola dei Conigli -> San Lapillo

Último dia nesse paraíso e resolvemos conhecer mais um destino popular chamado Porto Cesario,uma cidade pequena com cerca de 5 mil habitantes. Andando até a ponta do porto vimos taxis boats fazendo travessias para pequenas ilhas ao redor, as mais famosas são a  ilha Isola dei Conigli e Isola della Testa.

DCIM115GOPROMatheus e eu nos animamos e logo fomos conhecer a maior ilha chamada Isola dei Conigli. Não me lembro ao certo quanto que pagamos no taxi boat mas lembro que não foi nada que doeu o bolso, uns 5 euros por pessoa cada trecho talvez.

DCIM115GOPRO

Chegando lá nos sentimos as únicas pessoas no paraíso. A ilha é extensa e cheia de diversidade, sem contar que estava completamente vazia. Acho que nunca nos sentimos tão “donos do mundo” quando nessa ilha. Foi algo que não estava nos nossos planos e que acabou sendo um highlight da viagem.

DCIM115GOPRODCIM115GOPRO

DCIM115GOPRO

Ficamos lá por um bom tempo, explorando tudo. Fizemos trilhas, nadamos no mar do oceano, passeamos por cima das pedras e ainda nos refrescamos no pequeno lago no centro da ilha. Se tem um passeio que eu recomendo, é esse.

Para fechar o dia fomos para a praia San Lapillo que é uma praia bem extensa dona de uma cor azul impressionante. Comemos por lá em um restaurante na beira da praia, o que nos deu uma atmosfera perfeita para a nossa despedida.

DCIM115GOPRODCIM115GOPRODCIM115GOPRO

Pois bem, assim terminamos nossa viagem. Como eu disse na Parte I, foi uma pena termos tido pouco tempo… Teria ido um dia para Polignano a Mare tanto para curtir a praia quanto para comer no restaurante Grotta Palazzese, teria esticado um pouco mais e conhecido a cidade Monopoli e vilarejos Alberobello, Locorotondo, Ostuni e Praia Pilone… E por ai vai! A gente sempre quer um pouco mais de tempo né?

Mas o lado bom nisso é a vontade de querer voltar – e com certeza eu voltarei para esse cantinho do mundo que consegue misturar tanto o paraíso com a história.

Espero que vocês tenham gostado!!

Beijo da Paulinha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s